Make your own free website on Tripod.com

Circuitos utilizados pela Fórmula-1

Adelaide Street Circuit
Home

adelaide.jpg

Entre 1985 e 1995, o GP da Austrália foi disputado em Adelaide, no estado de South Austrália, figurando no calendário como a última corrida do ano. A pista fica situada na East Parkands district, na zona comercial da cidade, e tem carácter semi-permanente, pois a zona de pit-lane serve não só os carros, mas também os cavalos (é na zona do hipódromo da cidade)
Uma volta à pista começava pela Chicane Senna, que continuava até à Wakefield, e cortava à direita para o East Terrace. Depois, para a esquerda até Flinders Street, e seguia-se em frente até Hutt Street, altura em que uma série de curvas rápidas o colocava na Rundle Road. Aí começava a parte mais rápida do circuito, um duas rectas: a mais pequena, a Rundle Road, e a maior, a Brabham Straight, com mais de mil metros, e que acabava num gancho (o ex-libris do circuito). Depois, seguia-se para uma larga curva à esquerda, que faz parte da pista de hipismo, para novo gancho à direita, que levava de novo para a recta da meta.

O GP começou a ser disputado em 1985, e foi ganho por Keke Rosberg, num Williams. Foi a sua última vitória da sua carreira, que a abandonou no ano seguinte. No ano a seguir, 1986, foi o primeiro ano em que Adelaide fez parte da história da Formula 1: na disputa pelo título mundial entre Piquet, Mansell e Prost, o “brutânico” levava vantagem sobre os outros dois, mas um furo à volta 63 deitou por terra as suas esperanças de um título mundial. O vencedor foi Alain Prost, que ganhou na altura o seu bi-campeonato para a McLaren.

Três anos mais tarde, ocorreu a primeira edição à chuva. Foi uma corrida que durou apenas 70 das 82 voltas previstas, cujo vencedor foi o belga Thierry Boutsen. Dois anos depois, decorreu a corrida mais curta de sempre: apenas 14 das 82 voltas foram completadas, o que deu aos pilotos apenas metade dos pontos. Ayrton Senna foi o vencedor.

Em 1994, Adelaide assistiu a nova disputa pelo título: o inglês Damon Hill tentava apanhar Michael Schumacher na disputa pelo título mundial, numa das épocas mais atribuladas de sempre. Na volta 36, um Schumacher distraído bateu no muro na zona de East Terrace. O carro voltou à pista, onde um demasiado optimista Damon Hill tentou ultrapassá-lo. Então, Schumacher, numa manobra polémica até aos dias de hoje, “fechou a porta” e ambos os carros colidiram, fazendo com que abandonassem a prova. Sendo assim, o alemão ganhou o seu primeiro título mundial.

Coordenadas: 34º 55' S, 138º 37' E.